Pesquisadores desenvolvem cola cirúrgica visível na imagem

0

Pesquisadores sul-coreanos desenvolveram uma cola cirúrgica que é visível em exames de imagem comuns, como fluoroscopia, ultrassom e tomografia computadorizada

Em estudo publicado Nature Communications (19/7/17), pesquisadores liderados por Nohyun Lee, PhD, da Universidade Kookmin, apresentam a cola que tem muitas aplicações possíveis, como embolização, angioplastia, inserção de stent e biópsia.  Como a cirurgia continua a ser substituída quando possível por procedimentos minimamente invasivos e guiados por imagens, os médicos estão usando adesivos de tecido em vez de suturas e grampos cirúrgicos.

A cola consiste em nanopartículas com uma casca feita de sílica e um núcleo de óxido de tântalo radiopaco e é claramente visualizada por modalidades de imagem em tempo real, de acordo com o grupo. Suas propriedades adesivas são semelhantes às do cianoacrilato e Lipiodol, uma mistura de adesivo de tecido e óleo radiopaco usado na prática clínica, administrada pela US Food and Drug Administration (FDA), disseram os pesquisadores.

Os pesquisadores afirmam que a cola é o primeiro adesivo de tecido à base de nanopartículas visível na imagem, e tem sido utilizado com sucesso na selagem de punções hepáticas e na cirurgia em órgãos móveis, como pulmões e membros. Na verdade, uma versão fluorescente da substância visível na TC foi utilizada para orientar a ressecção do câncer de pulmão em um rato. (com informações do Auntminnie)

Clique aqui para ler o artigo científico.

Compartilhe
Compartilhar

Deixe seu comentário